Depois da separação de seu marido, a filha dela revela um terrível segredo.

 Macarena Alba tem 39 anos, é casada e tem quatro filhos. Dois deles são de um relacionamento que esta argentina jamais poderá esquecer, com um homem chamado Matías Soljan. Macarena se lembra dele toda vez que se olha no espelho e vê as enormes cicatrizes que tem tanto no rosto, como no pescoço e ombros. 

No dia 3 de junho de 2012, Matías, o homem com quem ela se relacionava havia 8 anos, procurou Macarena, que estava deitada na cama, para ter relações sexuais. Ela não queria, então se afastou e entrou no banheiro. Quando saiu, Matías, estava esperando por ela com uma lata de inseticida para madeira em uma mão e um isqueiro na outra. 

Macarena sentiu seu corpo arder e sua pele queimar sob as chamas. Matías chamou uma ambulância e a polícia, enquanto ela rolava no chão em desespero. Então ele lhe disse: "Tenha cuidado com tudo o que você vai dizer, porque quando você for daqui para o hospital, sou eu que fico com as crianças."

Durante dois meses, Macarena ficou em coma induzido no hospital. Ela havia tido queimaduras em 40% do seu corpo, e teve que passar por 3 operações, onde tiveram que enxertar pele em seu rosto e pescoço. Nesse meio tempo, a família tentou denunciar Matías, mas ele os ameaçou de morte. Quando Macarena acordou, jurou perante o juiz que havia se queimado sozinha, acidentalmente. O medo de denunciar o parceiro a deixou paralisada. 

O caso se tornou conhecido na Argentina e o homem até deu uma declaração na imprensa denunciando perseguição política:

No vídeo, vemos como Matías mente descaradamente. Ao seu lado, Macarena olha para o nada, com o corpo cheio de feridas. 

Depois do terrível ataque, Macarena voltou com Matías, assustada por suas ameaças contra ela, seus filhos e família. No entanto, meses depois, quando um perito investigava o caso, ele a advertiu que não mentisse sobre o que tinha acontecido, já que, provavelmente, seria esse homem que em um futuro iniciaria sua filha sexualmente. Nesse minuto, uma luz se acendeu no cérebro de Macarena. Sua filha mais velha corria mais perigo vivendo com ele do que em outro lugar, então, Macarena e os filhos fugiram.

Mas, pouco tempo depois, sua filha, agora adolescente, confessou que havia sido abusada por Matias desde que tinha 5 anos. "Foi como nos filmes, comecei a ficar enjoada e tudo começou a girar. Me descompus e vomitei. Queria que fosse mentira", conta Macarena. E não foi só isso, já que, segundo comportamentos e análises posteriores, Matías também havia abusado de seus outros dois filhos pequenos.

Foi só então que Macarena decidiu não mais se calar e denunciar. A justiça decidiu deter Matías por abuso sexual de menores. No entanto, o feminicídio frustrado de Macarena não pôde ser levado a juri, já que a argentina havia jurado que tinha se queimado sozinha.

Felizmente, o homem já está atrás das grades e Macarena pôde continuar com sua vida. Ela encontrou um parceiro que a respeita, cuida dela e a ama, e com quem tem um filhinho. Às vezes é difícil se distanciar de um homem violento, e parece não existir saída para situações tão horríveis. No entanto, permanecendo ao lado de Matías, Macarena não colocava apenas sua vida em risco, mas também a de seus filhos. Por isso, nos alegramos que ela tenha aberto os olhos para finalmente denunciar o homem que quase a matou. 

Devemos evitar que esse tipo de situação continue acontecendo, denunciando os homens que violentam as mulheres e, também, criando nossos filhos homens com noções de respeito para com as mulheres e sem violência. Esperamos que a vida de Macarena agora seja feliz, afastada do pesadelo que viveu por muitos anos. 

Fonte:

Infobae

Comentários

Também incrível